Wikia

Wiki Eliana

Eliana

Comentários0
2 pages em
Este wiki

Eliana

Antartic-by-Peter-Rejcek.jpg

Atividade
Cantora 1986–2012
Apresentadora 1991–presente
Atriz 2005–2009
Informações
Nome completo

Eliana Michaelichen Bezerra

Programa atual Programa Eliana, SBT
Perfil
Data de nascimento 22 de novembro de 1973
Sexo Feminino
Idade 39 anos
Altura 1,62m
Peso 52kg
Tipo Sanguíneo Desconhecido
Classificação Apresentadora de TV
Cor da pele Branca
Cidade natal São Paulo, SP
Signo Sagitário
Outras profissões Cantora, modelo, escritora, atriz e empresária
Família

José Ercilio Bezerra (pai), Eva Michaelichen (mãe), Helena Michaelichen Bezerra (irmã), João Marcelo Boscôli (marido), Arthur Michaelichen Bezerra Bôscoli (filho), Maria Rita Camargo Mariano (cunhada)

Animal Preferido Cachorro
Cor Desconhecida
Conhecida também como Eliana dos Dedinhos

Eliana Michaelichen Bezerra (São Paulo, 22 de novembro de 1973)[1][2] é uma apresentadora, atriz, escritora, empresária, modelo e cantora brasileira.

Eliana é filha de José Bezerra, cearense, e Eva Michaelichen, paranaense. Atualmente é contratada do SBT. É uma das maiores personalidades em licenciamento de marcas do Brasil. Já comercializou mais de 10 milhões de unidades desde 1994 e somou mais de 180 itens, de brinquedos a cosméticos, atingindo em especial o público infantil, feminino e familiar ficando atrás somente da Disney e da Turma da Mônica. [3] Atualmente, Eliana dedica-se ao desenvolvimento de sua recém-lançada editora de livros de arte, a Editora Master Books. Na carreira como cantora vendeu mais de 10 milhões. [4]

Suas músicas mais famosas são: "Os Dedinhos" e "Pop Pop". Eliana conquistou o sucesso na TV e na música uma das trajetórias mais sólidas e bem conduzidas do meio artístico nacional. Nascida em São Paulo, ela começou na infância a participar de desfiles e comerciais. Aos 14 anos, debutou no grupo A Patotinha e, aos 17, passou a integrar o conjunto Banana Split. Durante participação no programa "Qual é a Música?", em 1991, Sílvio Santos convidou-a para apresentar uma atração infantil. Durante sete anos, permaneceu no SBT com grande êxito apresentando os programas "Festolândia", "Sessão Desenho com Eliana", "Bom Dia e Cia.", "Eliana & Cia." e "TV Animal", até que em 1998 assinou com a Rede Record. Na emissora, esteve à frente dos diários "Eliana & Alegria", "Eliana na Fábrica Maluca" e "Programa Eliana", além dos dominicais "Eliana no Parque" e "Tudo É Possível". Em 2008 recebeu o prêmio Personalidade do Ano na Televisão, através da revista Istoé. O entretenimento aliado ao conteúdo educativo tornou-se uma marca de suas atrações. Depois de 10 anos na Record, Eliana retornou ao SBT, no dia 22 de junho de 2009.


Biografia Editar

Vida antes da famaEditar

Eliana Michaelichen Bezerra nasceu na cidade de São Paulo em 22 de Novembro de 1973, é filha do zelador José Ercilio Bezerra e da ex-cozinheira Eva Michaelichen. Cearense de Fortaleza, José Ercilio conheceu Eva, descendente de russos ucranianos, na mansão de uma família quatrocentona de São Paulo. Aos 20 anos, loira e de olhos azuis, ela era a mais nova cozinheira da casa. José era o mordomo. A paixão, fulminante, acabou por comover os patrões, que patrocinaram a cerimônia na igreja e a festa para os familiares. Anos depois, José empregou-se como zelador de um edifício no Jardim Paulista, zona sul de São Paulo. Lá nasceram Helena, 36 anos, e, dez anos depois, Eliana. A filha que mudou a vida da família costumava cortar os cabelos da coleção de Susies da irmã e vigiar seus namoricos a pedido do pai. E já mostrava uma vocação artística desde pequena. O gosto pelo balé fez Eva correr atrás de uma bolsa de estudos para a caçula aprender a dançar. [3] [5] Devido ao fato de ser filha do zelador, Eliana sofreu muito preconceito dos moradores do prédio aonde seu pai trabalhava. [6]

Ela foi estudante do colégio Vila-Lobos no Ibirapuera, sempre participava das festas do colégio. Seu primeiro baile carnavalesco foi aos nove anos em Curitiba. Apesar de sua origem humilde, Eliana iniciou sua carreira artística ainda criança, aos oito anos de idade. Depois de insistir para ser matriculada em uma agência de modelos, participou até os 14 anos de desfiles e comerciais. [5] Posteriormente, durante sua adolescência, atuou como figurante de uma das campanhas publicitárias mais famosas do Brasil, “Meu Primeiro Sutiã”. [7]

Carreira artística Editar

1986–1990: Início da carreira Editar

Eliana no grupo A Patotinha

Eliana começou a participar de comerciais para a TV, incentivada pela mãe.[4] Em 1986, aos 14 anos, foi aprovada em um teste para integrar uma das formações do grupo musical infanto-juvenil A Patotinha, do qual também participou a apresentadora Adriane Galisteu. [5] Este foi o primeiro trabalho de Eliana na carreira artística. Nesta época, ela tinha cabelos castanhos, pele alva e um corpo menos delineado, e diferentemente das demais apresentadoras do segmento infantil, Eliana começou a carreira como cantora, se tornando apresentadora, cinco anos mais tarde.[8] No grupo, a cantora teve como sucesso a música Baile dos Passarinhos. [7] Ela ficou na Patotinha durante quatro anos. [4]

Em 1989, o trabalho, bem sucedido, abriu as portas para conhecer o apresentador e empresário Gugu Liberato, que convidou ela para fazer parte do grupo Banana Split. Em pouco tempo, se destacou em meio às outras integrantes e foi convidada por Silvio Santos para estar à frente de uma atração do gênero infantil. [4]

1991–1998: Programas infantis no SBT Editar

Eliana na época em que apresentava o Bom Dia & Cia

Em 19 de agosto de 1991, ela estreou como apresentadora no extinto Festolândia. Diante da oportunidade na TV, ela abandonou o segundo ano da faculdade de psicologia. [4] Eliana foi convidada por Sílvio Santos no programa Qual é a Música para apresentar o “Festôlandia”, contando histórias para crianças. [5] O programa inicial de Eliana pouco é lembrado, pois ficou, nessa primeira etapa, apenas um ano no ar. [9] O cenário era um castelo marrom, ao fundo, enquanto as crianças brincavam no palco, Eliana comandava brincadeiras e chamava os desenhos como: Pica-pau, Ursinho Puff, Cavalo de Fogo, entre outros. [10] Devido ao fato de que o programa foi feito para ser temporário, ele não durou muito tempo, e com seu fim, Eliana se desesperou, tentando conversar com o dono da emissora para conseguir um programa novo. Então, Silvio Santos deu a ela um estúdio, com cenário virtual, em que ela, sentada sobre uma cadeira, apresentava os desenhos, assim Eliana dava continuidade ao programa Sessão Desenho, que antes era apresentado pela Vovó Mafalda. [11] Para usar como cenário no programa, ela escolhia papeis de carta de sua própria casa e acabou criando habilidades com os dedos, devido ao fato de que ficava sentada, surgindo então a música Os Dedinhos, que se tornou seu maior sucesso durante toda a sua carreira como cantora.[5] O disco vendeu no total 400 mil cópias, sendo o terceiro disco com maior quantidade de vendas de toda sua carreira. [12]

Eliana no TV Animal

Acreditando no potencial de Eliana, Nilton Travesso resolveu reutilizar o cenário do antigo programa de Serginho Groisman, para investir em uma atração com mais conteúdo, que seria apresentada por Eliana. [13] No dia 2 de agosto de 1993, Eliana estreava como apresentadora do Bom Dia & Cia, um programa infantil inovador. O programa trazia os desenhos e nos intervalos exibia pequenos filmetes em seu boneco micro-computador chamado Robô Flitz, que falava sobre ecologia, reciclagem e outros temas educativos. Com o tempo o programa foi se modificando, novos personagens apareceram como o Melocoton (melocotón, na grafia em espanhol, significa "pêssego"), um fantoche que virou boneco sucesso de vendas e que acompanhou o programa por muito tempo, mesmo após a saída da apresentadora. [14] No ano de 1994, Eliana lança seu segundo disco infantil, o homônimo Eliana, do qual ela retirou a música de sucesso Pop Pop. Este disco vendeu 250 mil cópias [12]. Posteriormente, em 1995, ela lançou outro disco homônimo, o Eliana, que foi o disco com maior vendagem de sua carreira, com cerca de 1 milhão e meio em vendas no total. [12] Em 1996, o programa passou a se chamar Eliana & Cia, evidenciando o grande sucesso que a apresentadora alcançou na emissora. O estilo de se vestir de Eliana com shortinhos combinando com a camisa e o chapéu, se tornou popular e seduziu as meninas que rapidamente adotaram a moda. [14] Nos anos seguintes, em que ela ainda estava no SBT, Eliana ainda lançou mais três discos, vendendo 600 mil cópias ao todo. [12] No SBT, ela ainda chegou a apresentar rapidamente o TV Animal, porém, devido ao fato de que ela não chegou a um acordo com Silvio Santos, em 1998, ela trocou a emissora com a segunda maior audiência do Brasil, pela Rede Record (na época a terceira colocada do ibope nacional). [5]

1998–2009: Programas na Rede Record Editar

Eliana durante entrevista

No fim de 1998, Eliana estreava com seu primeiro programa infantil na Rede Record, o Eliana & Alegria, chamando a atenção de todas as emissoras. Em 1999, com a estréia do desenho Pokémon, o programa conseguiu deixar a Rede Globo em terceiro lugar na audiência, devido ao grande sucesso do desenho. [14] O programa chegou a marcar 9 pontos de audiência, sendo ao vivo, com Eliana apresentando o matinal por três horas. [3] Neste mesmo ano, Eliana lança o disco Primavera, que deu a ela uma indicação ao Grammy Latino. [5] Ela chegou a movimentar 40 milhões de reais com seu nome, e o seu último CD, conseguiu vender 100 mil cópias, somente no lançamento, conseguindo disco de ouro. Ela também tinha planos de produzir um filme para 2000, em parceria com a Record, algo que não se concretizou. [3] Em 2000, o programa de Eliana continuava com ótima audiência, combatendo diretamente com o programa de Angélica. [15] E mesmo com a estreia de Digimon pela Globo, a produção do programa disse não temer a este fato. [16] Ela também lançou seu oitavo álbum de estúdio, o homônimo Eliana, vendendo um total de 200 mil cópias. No ano seguinte, o Eliana & Alegria estreia a terceira temporada de Pokémon. [17] Porém, devido ao fato de que o desenho já não alcança mais grandes índices de audiência, ele é retirado do ar. No dia 3 de setembro de 2001, estreia no programa o desenho Sailor Moon, na sua segunda temporada. [18] Posteriormente, Eliana lançou seu nono disco de carreira, o homônimo Eliana, vendendo mais 250 mil cópias, e recebendo disco de ouro. [12] No ano seguinte, ela lançou um disco, em comemoração aos 10 anos de carreira, o É Dez, que vendeu 500 mil cópias, sendo o segundo disco de sua carreira com maior vendagem. [12] Ainda em 2001, devido a baixa audiência do seu programa anterior, Eliana lança um novo programa, o Eliana na Fábrica Maluca, um programa inspirado no filme A Fantástica Fábrica de Chocolate, era muito lúdico e fazia as crianças viajarem na imaginação. No comando do programa, Eliana contava com o apoio de Chiquinho, um meninão que aprontava todas na Fábrica. Muito atrapalhado, o Chiquinho vivia se metendo em confusões e expondo sua enorme barriga enquanto chamava a apresentadora de "Dona Eliana". [19] Logo depois, Eliana lançou um site oficial pelo UOL. [20] Ela também lançou seu décimo CD de carreira, o Festa, que em um especial de natal do programa da apresentadora, recebeu de Zezé Di Camargo & Luciano um disco de ouro pelas 100 mil cópias vendidas. [21] O Eliana na Fábrica Maluca recebeu novos quadros e ganhou mais tempo, mais devido ao fato de que a apresentadora queria focar no público jovem, o programa mudou para o Programa Eliana no ano de 2004. [22] [23] O programa conseguiu a vice-liderança, com sete pontos de audiência e logo depois, ganhou mais meia hora de duração. [24] Ela também lançou o CD Diga Sim durante o tempo em que esteve no programa, conseguindo 100 mil cópias. [12] No dia 11 de Dezembro, Eliana se casa com Edu Guedes em sua residência. [25] Depois de 13 anos com atrações dedicadas às crianças e aos adolescentes, Eliana encerrou sua atração juvenil para iniciar os trabalhos de um programa para adultos, visitando uma fonoaudiologia, para perder a voz fina. [26] No dia 17 de Janeiro de 2005, Eliana estreou com o Eliana em O Segredo dos Golfinhos. [27]

Abandonando de vez o público infantil, é lançado em 7 de agosto de 2005[28], o programa Tudo é Possível, que passou a ser visto por um público maior. Chegou, a alcançar, picos de 19 pontos, apresentando o quadro do Mister M [29], o mágico mascarado que desvenda segredos de mágica e que ficou famoso no Fantástico e no Domingo Legal. Com sua estreia nas tardes de domingo da Record, Eliana foi a primeira mulher a concorrer como apresentadora de um programa não infantil no domingo da TV aberta. Antes dela, Xuxa já havia apresentado o Planeta Xuxa, direcionado para a família nas tardes de domingo entre 1998 e 2002. O programa chegou a ganhar várias vezes do SBT e não era raro Eliana estar na frente de Silvio Santos e Gugu Liberato na audiência. Em abril de 2007, Eliana entra em processo de separação com Edu Guedes [30], depois de dois anos juntos. Em 5 de julho de 2009, foi exibido o último "Tudo é Possível", apresentado por Eliana, pois a mesma estava retornando ao SBT. [31] O programa terminou como se nada estivesse acontecendo, porém, Eliana já havia gravado a despedida da emissora, que foi censurada. Na semana seguinte, o programa passa a ser apresentado por Ana Hickmann.

2009–presente: Retorno ao SBT Editar

Eliana em 2012

Em junho de 2009, o SBT contratou a apresentadora pelos próximos quatro anos. [32] Em 30 de Agosto de 2009, estreia o Programa Eliana, sendo o primeiro programa de Eliana dirigido por uma mulher, Leonor Corrêa e tendo conseguido a vice-liderança absoluta, enfrentando seu antigo programa, e conseguindo 10 pontos de audiência. [33] [34] Ainda em 2009, Eliana participa do CD da apresentadora Maisa Silva, voltando a cantar para o público infantil. [35] No carnaval de 2010, ela foi responsável pelo bloco Happy, do qual já fazia parte a alguns anos, cantando músicas de sua carreira. [36] Ela também lançou sua editora de livros Master Books, e se tornou embaixadora do Teleton. [37] [38] Em 2011, Eliana engravidou de seu primeiro filho [39] e no dia 10 de agosto, o pequeno Arthur, fruto do relacionamento com João Marcello Bôscoli, nasceu. [40] Eliana ficou conhecida internacionalmente por entrevistar diversas bandas e cantores conhecidos no mundo, tais como: Justin Bieber, Jonas Brothers, Anahí, Selena Gomez, Katy Perry, Taylor Swift, Demi Lovato, entre outros. [41] [42] [43] [44] [45] [46] [47] No final de 2011, ela comemorou as 100 edições de seu programa no SBT. [48]

No ano de 2012, a direção do programa de Eliana mudou, que agora é de Ariel Jacobowitz. [49] Posteriormente, ela participou da trilha-sonora do remake Carrossel [50], que vendeu mais 430 mil cópias. [51] Ela se aventurou, subindo no Cristo Redentor em um especial de páscoa do seu programa [52], fechou uma linha de maquiagens femininas com a Betulla Cosmeticos [53], se vestiu de Papai Noel em pleno Parque do Ibirapuera [54], continua se destacando por ser o único programa que não apela para baixarias [55] e seu programa se consolidou na vice-liderança, vencendo o Programa do Gugu e o Tudo é Possivel. [56]

Discografia Editar

Álbuns de estúdioEditar

ColetâneasEditar

Home vídeoEditar

Participações especiaisEditar

Empresária Editar

Eliana com os seus mais de 120 produtos.

Durante sua carreira como cantora, Eliana vendeu mais de 5 milhões de álbuns de estúdio, 3 milhões de coletâneas e 2 milhões em home vídeo, totalizando 10 milhões em vendas, sem contar com as participações especiais, lançando hits de sucesso, que se tornaram clássicos da música infantil, entre eles: Os Dedinhos, Olha o Passarinho, Pop Pop, A Dança dos Bichos, entre outros. Até hoje, a música dos Dedinhos é considerada o maior sucesso de sua carreira, dando a ela o apelido de Eliana dos Dedinhos e sendo uma das poucas músicas infantis que tocaram na época de seu lançamento nas rádios. A música "Amiga" entrou na trilha da novela Garotas Bonitas, exibida pelo SBT em 1993 como tema de abertura. Sua marca, movimenta 40 milhões de reais por ano [3], tendo ela fechado com empresas famosas durante toda a sua carreira, como por exemplo: Estrela (lançamento de brinquedos e sua boneca oficial), Hasbro (lançamento de jogos), Cacau Show (ovos de páscoa, chocolates), Grendene (sandália), Caloi (bicicleta), Editora JBC (revista oficial, revista em quadrinhos), Avon (roupas, acessórios, bijuterias, artigos de papelaria, livros), entre muitos outros. [57]

Em 24 anos, sua marca já movimentou mais de 1 bilhão de reais [58], e ela se tornou a terceira marca com maior quantidade de vendas no segmento infantil, só perde para os licenciados da Disney e da Turma da Mônica de Mauricio de Souza. [3] Seu filme, ficou entre as oito maiores bilheterias nacionais e ela lançou dois livros, “Os Segredos dos Golfinhos”, de 2005, e “Os Segredos do Pantanal”, de 2006. [58] Ela lançou a própria editora de livros em 2010, com o nome de Master Books. [38] Eliana, em parceria com o UOL, lançou o portal feminino DaquiDali, devido a grande quantidade de acessos que ela tinha por mês no site anterior, com temas como moda, beleza, gastronomia, amor, sexo, carreira e turismo. Também existe uma área infantil, com jogos para as crianças.[59] No ano de 2010, ela lançou a linha de esmaltes, Eliana - Super Pérola, com mais de 60 cores de esmalte [60], e em 2012, lançou uma nova linha, desta vez mais completa, com maquiagens e produtos para beleza, nomeada de Eliana Archy e Eliana Dote. [53]

Vida amorosa Editar

Quando o assunto é namoro, Eliana tem no currículo apenas relações duradouras. Seu primeiro namoro durou seis anos e foi com Marcos Quintela, ex-integrante do grupo Dominó. Curiosamente, passou a ser seu empresário depois que eles se separaram. [4]

Depois disso, iniciou um relacionamento com Luciano Huck em 1997. [3] O namoro durou dois anos até que o apresentador foi visto com a cantora Ivete Sangalo. O fato acelerou o rompimento entre ela e Huck. [61] Depois deste episódio, a apresentadora conheceu o empresário Roberto Justus, com quem esteve por um ano e meio, chegando, inclusive a ficar noiva. Mas a relação não deslanchou. [3]

Eliana casou-se com Eduardo Guedes, empresário, chef e apresentador de TV, em dezembro de 2004, em uma cerimônia realizada na casa dela, em Alphaville, São Paulo. [25] O casal, que já se conhecia há oito anos, morou junto por sete meses antes de subir ao altar. Apostando em uma nova fase de sua vida aos 30 anos, Eliana preparou todos os detalhes do casório e se emocionou muito durante a cerimônia. A relação, que parecia perfeita, ruiu em abril de 2007 quando Eliana anunciou o fim da união por meio de uma nota à imprensa. Os dois evitaram falar precisamente dos motivos que culminaram na separação e, por isso mesmo, o fato gerou diversas especulações. Entre elas, estaria o ciúme excessivo de Edu. [30]

Após o término de seu casamento, Eliana investiu na badalação. Ela não deixou de se divertir e comparecer às festas, shows e eventos noturnos. Entre aqueles, nesta época, tiveram seus nomes associados ao de Eliana estão o ex-BBB Diego Alemão e o modelo Rafael Gonzáles. A loira, por sua vez, negou todos os boatos. [4]

Em abril de 2008, Eliana foi fotografada em clima de romance com o empresário musical João Marcello Boscoli, em um jantar na cidade de São Paulo. O casal demorou a assumir o namoro em público e procurou manter a descrição. Em feveireiro de 2010, a apresentadora afirmou que a relação havia chegado ao fim, sem revelar os motivos do término. Eles reataram logo depois, e foi com ele que Eliana teve seu primeiro filho, o pequeno Arthur que nasceu no dia 10 de agosto de 2011. [40]

FilantropiaEditar

Eliana com os bonecos, simbolos do Teleton

Eliana participa de diversas campanhas, desde que trabalha com o público infantil. No ano de 2003, ela participou da campanha anti-drogas da Associação Parceria Contra as Drogas, aonde gravou um comercial que foi vínculado durante o mesmo ano. [3]

Ela se tornou embaixadora do Teleton, logo depois de voltar para o SBT. De 2009 até 2012, Eliana participou de todas as edições da campanha, divulgou em sua página oficial e no seu próprio programa sobre o Teleton, vestindo a camisa da campanha diversas vezes. Ela também recebeu Izabella Camazano em seu programa, criança que é símbolo do Teleton. [3] Ela também apoia a campanha da doença do "Beijo Salgado", e gravou um comercial para TV, aonde fala sobre a doença. [38]

Eliana também usou sua imagem para o calendário Happy Down em 2010, que faz parte de uma campanha para arrecadar dinheiro ao Grupo Síndrome de Down da Associação das Voluntárias do hospital infantil Darcy Vargas. [62] Ela também é madrinha da campanha "Natal Oito Vezes Mais Feliz", realizada em uma parceria da Duracell com a Pastoral da Criança. A apresentadora também comparece a eventos, relacionados a ONGs diversas, sempre apoiando as campanhas relacionadas a crianças.

Referências Editar

  1. Sítio oficial
  2. Predefinição:Citar web
  3. 3,0 3,1 3,2 3,3 3,4 3,5 3,6 3,7 3,8 3,9 Predefinição:Citar web
  4. 4,0 4,1 4,2 4,3 4,4 4,5 4,6 Predefinição:Citar web
  5. 5,0 5,1 5,2 5,3 5,4 5,5 5,6 Predefinição:Citar web
  6. Predefinição:Citar web
  7. 7,0 7,1 Predefinição:Citar web
  8. Predefinição:Citar web
  9. Predefinição:Citar web
  10. Predefinição:Citar web
  11. Predefinição:Citar web
  12. 12,0 12,1 12,2 12,3 12,4 12,5 12,6 Predefinição:Citar web
  13. Predefinição:Citar web
  14. 14,0 14,1 14,2 Predefinição:Citar web
  15. Predefinição:Citar web
  16. Predefinição:Citar web
  17. Predefinição:Citar web
  18. Predefinição:Citar web
  19. Predefinição:Citar web
  20. Predefinição:Citar web
  21. Predefinição:Citar web
  22. Predefinição:Citar web
  23. Predefinição:Citar web
  24. Predefinição:Citar web
  25. 25,0 25,1 Predefinição:Citar web
  26. Predefinição:Citar web
  27. Predefinição:Citar web
  28. Predefinição:Citar web
  29. Predefinição:Citar web
  30. 30,0 30,1 Predefinição:Citar web
  31. Predefinição:Citar web
  32. Predefinição:Citar web
  33. Predefinição:Citar web
  34. Predefinição:Citar web
  35. Predefinição:Citar web
  36. Predefinição:Citar web
  37. Predefinição:Citar web
  38. 38,0 38,1 38,2 Predefinição:Citar web
  39. Predefinição:Citar web
  40. 40,0 40,1 Predefinição:Citar web
  41. Predefinição:Citar web
  42. Predefinição:Citar web
  43. Predefinição:Citar web
  44. Predefinição:Citar web
  45. Predefinição:Citar web
  46. Predefinição:Citar web
  47. Predefinição:Citar web
  48. Predefinição:Citar web
  49. Predefinição:Citar web
  50. Predefinição:Citar web
  51. Predefinição:Citar web
  52. Predefinição:Citar web
  53. 53,0 53,1 Predefinição:Citar web
  54. Predefinição:Citar web
  55. Predefinição:Citar web
  56. Predefinição:Citar web
  57. Predefinição:Citar web
  58. 58,0 58,1 Predefinição:Citar web
  59. Predefinição:Citar web
  60. Predefinição:Citar web
  61. Predefinição:Citar web
  62. Predefinição:Citar web

Mais da comunidade Wikia

Wiki aleatória